Corpo de Bombeiros comemora avanços no trabalho de prestação de socorro em Rondônia; profissionais serão homenageados nesta sexta

Bombeiros realizam simulação de acidente de trânsito-17.07.2016.fotos de ésio mendes 22 (36)

Resgate de vítimas de acidentes de trânsito é uma das principais demandas do bombeiros em Rondônia

Eles estão presentes desde os incêndios corriqueiros aos grandes florestais e resgates de vítimas de trânsito. São precisos e estratégicos para cumprir mais que um dever, uma missão: ajudar ao próximo. O Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia possui 683 profissionais que, segundo o comandante, coronel Silvio Luiz Rodrigues da Silva, não medem esforços para prestar socorro. Em alusão ao nascimento do patrono dos Corpos de Bombeiros Militar do Brasil, imperador dom Pedro II, nesta sexta-feira (2), o Corpo de Bombeiros de Rondônia realizará solenidade para a entrega de medalhas aos profissionais que mais se destacaram neste ano. A solenidade ocorrerá a partir das 8h, na sede do Corpo de Bombeiros em Porto Velho, na avenida Campos Sales, 3254, bairro Olaria.

A instituição foi criada pelo imperador em 1856 no Brasil, e em Rondônia a corporação está presente desde 1957. E o reconhecimento da sociedade é notório. Em todo o Brasil o Corpo de Bombeiros é considerado como a instituição mais confiável do País, conforme o Índice de Confiança Social (ICS) divulgado pelo Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope). Entre os investimentos para manter a instituição com bom desempenho em Rondônia, o comandante ressalta que em 2016 várias capacitações foram realizadas.

‘‘Neste ano tivemos uma série de cursos de formação, como o que resultou no ingresso de 86 novos bombeiros. Tivemos cursos de oficial auxiliar, de cabos, de sargentos. Também de oficiais superiores no posto de tenente coronel e de especialização dos pilotos do Grupamento de Operação Aérea. Foi uma gama de capacitações’’, considera o comandante.

INVESTIMENTOS

O balanço de ações de 2016 é considerado positivo pelo comandante do Corpo de Bombeiros. Além das capacitações, a instituição também comemora a inauguração de mais um quartel em Rolim de Moura. A obra foi executada com recursos do Programa Integrado de Desenvolvimento e Inclusão Socioeconômico do Estado de Rondônia (Pidise) e do governo estadual, sob a coordenação da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog). O investimento foi de R$ 827.064,07.

A unidade de Rolim de Moura tem 522,39 metros quadrados de área construída e recebeu mobília nova e 11 condicionadores de ar para climatizar toda área administrativa. Com mais esse quartel, o Corpo de Bombeiros passou a ter unidades em 14 dos 52 municípios do estado. Por serem os mais populosos, eles alcançam 72% da população, mas atendem todo o estado com deslocamento de equipes para os municípios que ainda não têm um quartel.

A unidade de Rolim de Moura, por exemplo, é responsável por prestar apoio a toda região conhecida como Zona da Mata. O comandante afirma que há locais estratégicos em que a corporação espera estar presente em breve, como na região que abrange os municípios de São Francisco do Guaporé, Seringueiras e Costa Marques. Já em Espigão do Oeste, a tratativa para a criação de um quartel avança. Segundo o comandante, a ideia é que seja um quartel misto com participação de bombeiros, servidores públicos e moradores.

Já na capital, o comandante considera positivo os avanços de parcerias como a regulagem única. Quem liga para 193 do Corpo de Bombeiros e os que ligam para 192 do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) são direcionados a uma mesma central de atendimento. O que evita o deslocamento de duas viaturas para uma mesma ocorrência, sem que haja necessidade.

Ação contra dengue em Rondônia será retomada em dezembro

Ação contra dengue em Rondônia será retomada em dezembro

O comandante também considera importante a parceria com o setor de saúde do estado (Sesau/Agevisa) e Defesa Civil para o combate ao mosquito transmissor da dengue, chikungunya e a zika.  ‘‘É feito todo o levantamento, controle e nós participamos das visitas. Inclusive vamos retomar essa ação no dia 2 de dezembro’’, afirmou o comandante.

Ainda em Porto Velho, a corporação tem estado presente em pontos estratégicos e de referência à segurança pública, como nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) das zonas Sul e Leste; e também nas Unidades Integradas de Segurança Pública (Unisps).

De acordo com o levantamento realizado pelo 1° Grupamento de Porto Velho, no período de janeiro até o dia 28 de novembro, foram registradas 2.689 ocorrências, a maioria (882) para atendimento a vítimas de trânsito, seguido de 303 atendimentos clínicos (cardíaco, derrame, asma, hipertensão). No período também foram registrados 107 atendimentos a mulheres em trabalho de parto e 74 ocorrências de incêndios florestais.

GRUPAMENTO AÉREO

O Grupamento de Operação Aérea (GOA) do Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia conta com dois aviões e uma aeronave que está em manutenção, mas deve iniciar as atividades ainda neste ano; e uma nova aeronave adquirida com recurso do BNDS e governo de Rondônia estará em breve a serviço da corporação e da segurança pública do estado.

Já no patrulhamento terrestre, este ano a corporação adquiriu, de acordo com o comandante, quatro caminhões e 15 carros. Além disso, também houve investimento na aquisição de material para atendimento pré-hospitalar e de resgate e investimento na modernização na rede de informática da instituição.

LEGISLAÇÃO

Outra conquista do Corpo de Bombeiros de Rondônia em 2016 foi quanto às novas leis e regulamentações. O que resultou, por exemplo, na implantação do Sistema de Boletins, o Sisbol; na nova legislação de mergulho e na reformulação da antiga lei de normas de segurança contra incêndio e evacuação de pessoas. Inclusive até a próxima semana bombeiros militares serão capacitados para atuarem conforme prevê a nova lei que entrará em vigor a partir de 1° de janeiro de 2017.

Outra novidade é a formulação do Projeto Bombeiro Mirim. O projeto atende a crianças de 9 a 14 anos, que frequentam as aulas desenvolvidas nas unidades do Corpo de Bombeiros três vezes por semana, sempre no horário inverso ao horário do ensino regular, com a proposta de aprenderem valores como respeito e disciplina. A iniciativa, segundo o comandante, é desenvolvida em Guajará-mirim, Machadinho do Oeste, Vilhena, Jaru e Ouro Preto do Oeste e deve ser implantada também em Ji-Paraná e Ariquemes no próximo ano.